O aluguel ficou tão alto para uma mulher que ela foi forçada a viver em uma contêiner.

As informações são do site do faircompanies.com.

Depois de ser forçada a sair de sua casa, Lulu, que mora na Califórnia, encontrou um contêiner de transporte em um depósito de lixo e o transformou em uma casa para ela e quatro filhos. Para tornar a caixa mais acolhedora, Lulu disse que equipou o contêiner com outros suprimentos do depósito de lixo.

Ela também disse que o contêiner “seria uma casa muito legal na Argentina”, onde ela cresceu.

“Os benefícios do contêiner? Você pode morar imediatamente. Você tem uma casa imediatamente”, disse Lulu. “É incrível o que você pode encontrar no lixão.”

Foto: Faircompanies.com/ Divulgação

O corte de despesas deu a ela a possibilidade  de voltar a estudar em vez de ter que trabalhar em tempo integral para pagar para morar em uma casa maior, acrescentou ela.

A casa fica no quintal de alguém e ela paga apenas um pequeno aluguel de água e eletricidade. Sua única outra despesa é com seus tanques de gás de cozinha. E gastou cerca de 4 mil dólares para decorar e tornar os dois contêineres aconchegantes.

Foto: Faircompanies.com/ Divulgação

“Mostrei isso ao meu irmão na Argentina e ele disse:” Você sempre gostou de pobreza com muito estilo”, disse ela à faircompanies.com.

Foto: Faircompanies.com/ Divulgação

Embora a história de Lulu possa parecer extrema, ela é uma das muitas pessoas de baixa renda que lutam para lidar com o aumento dos aluguéis, uma vez que ex-proprietários e aspirantes a proprietários de imóveis voltaram seus investimentos para os aluguéis e outras alternativas após a crise imobiliária.

Foto: Faircompanies.com/ Divulgação
Foto: Faircompanies.com/ Divulgação

 

Leave a comment